Maestro José Atalaya

O Maestro José Atalaya encantou a nossa adolescência e promoveu, de forma brilhante e percursora, o gosto pela música clássica junto da juventude da sua época. Muitos das nossa geração encantaram-se com os seus programas e deliciaram-se com a forma simples, culta e elegante como transmitia essa sua paixão. Não escreverei muito mais sobre esta … Continuar a ler Maestro José Atalaya

Sentadas mas Caladinhas

A cultura japonesa tem as suas reconhecidas particularidades: um enorme rigor e devoção pelo trabalho (o que lhe tem proporcionado progressos notáveis na sua economia e desenvolvimento tecnológico) e um respeito por regras morais que se confundem, não poucas vezes, com os seus ancestrais hábitos religiosos. Por isso, manter relações económicas, culturais ou outras com … Continuar a ler Sentadas mas Caladinhas

UM ANO DE LÉXICO

Andamos nisto há um ano. Não é para celebrar É uma chatice tremenda Com a vida a piorar Pandemia sem emenda Sem nada para alegrar. Os dias passam iguais Tentando fazer diferente Mas sem sucesso aparente. Quantos livros já relemos? Sinfonias reouvidas, baladas recuperadas? E as séries que todos vemos? Almas fechadas, almas cansadas. Há … Continuar a ler UM ANO DE LÉXICO

A HISTÓRIA E AS CRISES

A crise pandémica que atravessamos há cerca de um ano, aqui e em todo o mundo, tem-nos imposto excepcionais restrições e grandes doses de sofrimento. O pânico grassa nas sociedades, o temor é evidente, a descrição e o isolamento passaram a ser formas de vida. As ideias filosóficas de todo o género, mais populares ou … Continuar a ler A HISTÓRIA E AS CRISES