A ELETRICIDADE

A Ordem dos Engenheiros dedicou a sua revista  INGENIUM de Março/Abril de 2019 ao tema atual e fundamental das “Alterações Climáticas”. Todos os artigos são de extrema oportunidade mas, na minha qualidade de engenheiro eletrotécnico, dediquei mais atenção ao texto que o Presidente do Colégio Nacional de Engenharia Eletrotécnica, Jorge Liça, apresentou para essa revista. Não o vou transcrever na totalidade, como mereceria, mas apenas algumas das afirmações ali contidas (que colocarei sempre entre asteriscos) que expressam bem a importância da Eletricidade no mundo atual, alertando-nos para todos os progressos em curso ou previstos na sua criação, ou para a sua importância fundamental no desenvolvimento das novas tecnologias e, portanto, em todos os avanços mundiais. Diz o articulista no seu texto:

“A eletricidade é uma manifestação física natural associada ao movimento das cargas elétricas. A compreensão do fenómeno e o engenho da Humanidade permitiram criar, com a sua incomparável versatilidade,  uma enorme diversidade de usos tecnológicos indispensáveis à vida moderna – ao nível da força motriz, do aquecimento, da iluminação, das telecomunicações, do controlo numérico, do processamento de dados, etc. .  As gerações eólicas e fotovoltaica de criação da energia elétrica vieram criar o caminho inevitável da transição energética. ”

Falta realmente resolver os problemas do transporte e do armazenamento com custos mais acessíveis mas sem dúvida que a eletricidade permitiu “o aparecimento  de novos paradigmas  de organização das sociedades (smartphones, Big Data, Internet, mobilidade pública, robótica, etc.)”.

“O crescimento da população mundial (de 7,2 mil milhões hoje para 8,5 mil milhões em 2030) e a sua concentração em megacidades irão aumentar a importância de todas as tecnologias, equipamentos e sistemas. Que tudo isso se faça com energia mais limpa, fontes energéticas com menos carbono e com uso mais racional”,

Este tema parece demasiado técnico mas, na realidade, não é.  Trata-se da vida diária de todos nós e, principalmente, dos milhões que aí vêm. Os técnicos polivalentes e os eletrotécnicos neste caso especial estão a realizar trabalhos da maior importância. Não é por acaso que os candidatos aos cursos nas Faculdades de Engenharia têm aumentado exponencialmente. As notas de entrada têm sido todas acima de 18 valores. Muita coisa os jovens de hoje estão a compreender sobre esta irreversível realidade.

E já agora, por favor, não desliguem nem deixem desligar os interruptores elétricos: ficam às escuras e sem todas as maravilhas de que já hoje disfrutam (embora o ficar às escuras tenha, por vezes, algumas vantagens… Mas sem exageros desde que se possa ligar, rapidamente, o interruptor!)

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s