QUE É FEITO DOS NOSSOS ENTREVISTADOS (3)

Continuamos hoje a tentar saber o que se tem passado com os nossos entrevistados do ano passado. Com mais ou menos recolhimento cada um de nós teve que inventar a sua própria vida, dar-lhe seguimento, renová-la se necessário mas, de uma forma geral, houve que lutar por aquilo que sempre foram as nossas ocupações primordiais.

Depois de termos sabido o que se tem passado com o Francisco Campos e com a Carla Caramujo (ambos a conseguir superar com sucesso as suas ideias) vamos hoje falar um pouco do percurso da nossa convidada de 27 de Março de 2020, Cirila Bossuet. E foi sem grande surpresa que verificámos que a sua carreira teatral tem continuado. Como se esperava, aliás. E de muitas intervenções que tem mantido em teatros estúdios , experiências em filmes de estúdio, acabamos por encontrá-la num projeto teatral que a lançará definitivamente, no meio artístico em que se insere. Estará em cena no Teatro Nacional de D.Maria II como protagonista e única artista em palco na peça “Pranto de Maria Pardo”, peça de Gil Vicente de 1522. Antes das digressões previstas estará no D. Maria de 21 de Outubro a 5 de Novembro. Tem as lotações já esgotadas, depois da tormenta da pandemia. Como têm dito as críticas prévias: a não perder! Descudei-me e ainda não arranjei bilhete.

O “Pranto de Maria Parda” é um monólogo teatral, como lamentação, escrito em 1522. Tem como personagem uma velha bêbada mulata (daí o nome Maria Parda) que se queixa da escassez de tudo nas ruas de Lisboa, num ano que foi de fome terrível no reino. Parece coincidência a peça aparecer num ano (2021) em que todo o país também tem vivido a angústia do desespero. Trata-se de uma peça célebre de Gil Vicente que retratou as as classes pobres de Lisboa. Sobretudo os marginais, alcoólatras e deprimidos, tanto do que, afinal, ainda hoje se encontra. O texto é composto por mais de 40 estrofes, com um total de 369 versos/frases, tudo declamado por um único personagem. Neste caso, Cirila Bossuet.

A Cirila sempre foi muito acarinhada no D. Maria, pelo seu talento, pela sua valentia na defesa de causas humanas e sociais que tem acompanhado e que faz suas. Vale a pena rever-se a nossa conversa/entrevista de 27/3/2020 (no YouTube) para resgatar uma grande personalidade e perceber que o seu sentido de vida está a ter, realmente “Um Sentido”. Parabéns Cirila. Aqui vai de novo a foto que, nessa altura, publicámos dela.

Até um dia destes Cirila Bossuet, se possível no D. Maria II.

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s