ESGRIMA – UM DESPORTO PARA TODOS

Gostaria de começar este texto dizendo “ A grande maioria das pessoas já está convencida que praticar desporto ao longo da sua existência ajuda a manter a mobilidade e a independência nos últimos anos de vida” , mas não me atrevo a afirmar tanto. Com sentido da realidade, devo prudentemente escrever : Uma grande parte da população já está convencida que a manutenção duma actividade física regular e ordenada ajuda a preservar a saúde durante mais tempo. Portanto, devemos fazer, cada um de nós e a Sociedade, tudo o que pudermos para convencer os distraídos desta verdade.

Por aquela razão, não só sigo a directiva, como faço parte duma Associação – a UESPT PORTUGAL DESPORTO PARA TODOS – que tem, entre outros, aquele objectivo.

Existem vários desportos que permitem, duma forma organizada e aliando também o prazer da competição, manter a sua prática ao longo da vida, começando na infância e acabando na mais avançada das idades.

Um destes desportos é a ESGRIMA

De facto, não só existem salas de aprendizagem e de treino, mas também competições para todos os grupos etários : benjamins ( até aos 10 anos ), infantis, iniciados, cadetes, juniores, seniores, veteranos de 40-49 anos , veteranos de 50-59 anos ), veteranos de 60-69 anos , veteranos de70-74 anos e veteranos de 75 e mais anos

Participei recentemente ( como há anos faço ) com mais 7 companheiros ( 6 atiradores e 1 atiradora ) nos Campeonatos da Europa de Esgrima para Veteranos organizados este anos pelo Cercle de l’Epée de Cognac (França). O total de inscritos para competir andou à volta de 1800 esgrimistas, divididos por 5 categorias etárias x 2 géneros. x 3 armas (30 campeonatos no total)

A distribuição dos nossos atiradores foi a seguinte :

1 português participou nas provas de Espada 50-59 anos ( total de 254 atletas )

4 portugueses participaram na prova de Espada 60-69 anos ( total de 145 atletas)

1 português participou na prova de Espada 70-74 anos ( total de 45 atletas )

2 portugueses participaram na prova de Espada 75+ anos ( total de 38 atletas )

1 portuguesa ( nascida na Bielorrússia ) participou na prova de Florete 70-74 anos (total de 11 atletas )

É sempre admirável ver como todos os Veteranos se empenham nas competições, simultaneamente com espírito combativo e com grande fairplay.

Por aquela importante razão – de poder ser praticada desde os 7 aos mais, francamente mais, de 77 anos, com todos os benefícios físicos e mentais que isso traz – é que a Esgrima deveria ser apoiada pelo IPDJ ( Instituto Português de Desporto e Juventude ) não apenas nos capítulos de formação, competição e alta competição mas também no capítulo de Veteranos, para que a Federação Portuguesa de Esgrima pudesse organizar não só o Campeonato Nacional de Veteranos mas também provas ao longo do ano. Como vai fazer a Comissão Europeia de Esgrimistas Veteranos ao institucionalizar circuitos europeus de florete, espada e sabres com 4 torneios por arma, distribuídas ao longo da época por diferentes países

 

Lisboa, 4 de Junho de 2019

 

 

 

2 pensamentos sobre “ESGRIMA – UM DESPORTO PARA TODOS

  1. Não sendo a esgrima, um deporto popular, é de louvar todo o esforço feito no sentido de a promover. Quanto aos veteranos, que infelizmente não serão muitos, talvez, um Campeonato Nacional de Veteranos, viesse a ser uma boa promoção deste Desporto, multiplicando-se, junto das camadas mais jovens…! Touché…!

    Gostar

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s