Apontamentos sobre Goa

Após a última Sessão do Ciclo ” Era uma vez em Goa “, na Fundação Oriente, ficou-me a grata memória dos meus vinte anos. Uma memória não radiosa, que alterou profundamente a vida, onde se confundia o Dever com o Direito, numa escolha de futuro cheia de interrogações.

E foi o episódio de uma parte da vida, registado numa memória quase perpétua, que alimentou o espírito naqueles dois anos que passei na Índia Portuguesa, envolto numa saudade infinita.

E a Índia, com o seu exotismo, não podia ser mais propícia ao reconhecimento de uma história de quinhentos anos, tão aprendida de forma tão directa e tão brusca…! Se me perguntarem, se valeu a pena, talvez não saiba responder, nem sei se nunca o saberei responder. Apenas sei, que a vivi e aprendi, dispensando-lhe um pouco da alegria da minha juventude, ainda que sem a noção, de anonimamente, ter feito parte da história recente de Portugal, como todos nós o fazemos, diáriamente, sem conflitos.

Uma Goa, de gente pacífica e ordeira, com gestos delicados e respeitosos, de várias etnias e profundamente crente. Uma civilização milenar, vivendo num misto de influencia portuguesa, que nos agradava e nos atraia, fazendo-nos sentir, de perto, a história marítima portuguesa, ao virar de cada esquina de Pangim. Era gratificante, verificar como muitas famílias da classe média, nomeadamente as católicas, preferiam usufruir da nossa maneira de viver ocidental, mantendo os laços que nos uniam desde há séculos, como hoje se torna vulgar, em toda a Ásia, com a globalização generalizada.

Após algumas palestras, seguida de um pequeno colóquio, as impressões de quem já lá foi, ou ainda de goeses, vivendo entre nós, por opção, o nome de Portugal, foi respeitadamente referido como uma norma de boas relações e respeito, entre as populações.
Uma história, ainda a ser contada, sobre um mundo de língua portuguesa, espalhada por vários continentes, onde lindas cidades bem organizadas, mostram ao mundo, como fomos e o que demos, em troca de tanto benefício que recebemos…!

2 pensamentos sobre “Apontamentos sobre Goa

Deixe uma Resposta para Eduardo Corvo Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s