Olhos nos olhos…!

A Internet, tem destas coisas…! Ainda estou para saber, como sem propósito, me apareceu um artigo misturado com outros, que pretendia consultar. Não sei, se inadvertidamente cliquei em algum item que não interessasse ou me aparecesse por Obra e Graça do Espírito Santo. A verdade é que o li e reli, com curiosidade, traduzindo-a do inglês, pela melhor forma que me foi possível. E o assunto, sendo bastante interessante, fez-me desviar do outro que procurava, passando-o para uma posterior ocasião.

E assim, fui retirando algumas informações bastante curiosas, que normalmente nos passam despercebidas, talvez mais esquecidas, no entusiasmo de conversas de ocasião, embora saibamos que o nosso cérebro as capte e nos vai informando, com mais ou menos verdade, o que um simples olhar nos diz acerca da pessoa com quem falamos directamente, frente a frente…! E torna-se tão real, quando nos lembramos de frases, ” olha bem para os meus olhos, e diz-me se é ou não verdade “, como se ouve em tele-novelas ou no cinema, ou ainda em romances de faca e alguidar, ou de amores desfeitos em lágrimas e soluços …!

E com os olhos postos nos outros olhos, as verdades e as mentiras iam-se descobrindo, aos poucos, com mais ou menos dúvidas. Talvez, até se esgotassem, pelas dilatações das pupilas ou das emoções que os músculos ao redor dos olhos, deixavam transmitir, tal como o medo, a raiva, a surpresa e a tristeza. A linguagem corporal dos olhos, não engana…!

Como não sou um entendido nestas coisas da psicanálise, talvez bem interessantes para especialistas Freudezianos, vamo-nos entretendo com os olhares vagos, ou os olhares atrevidos, ou ainda os olhares lascivos, que saltam logo à vista desarmada…!

E ainda a talhe de foice, aquela actriz de cinema de olhar meigo, dos nossos tempos de jovem, Audry Hepburn, que parece ainda disputar um lugar, neste mundo dos vivos, dizia na sua voz suave, ” The beauty of a woman, must be seen from in her eyes, because that is the door way to her heart, the place where love resides…! “

Whau… ! Por cá, diz-se, que os olhos são as janelas da alma, revelando emoções profundas. E já agora, para acabar , o que dizia Victor Hugo, talvez mais firme e decisivo, ” When a woman is talking to you, listen to what she says with her eyes ” …! Bem ! Ele lá sabia dessas coisas…!

Com esta divagação, ainda a agitar-me os neurónios, não sei se irei ter um diálogo, logo pela manhã, comigo próprio, olhos nos olhos, frente ao espelho, enquanto me preparo para parecer mais novo, e descobrir que não vale a pena esconder, porque a expressão das rugas à volta dos olhos. não deixam mentir…!

Um pensamento sobre “Olhos nos olhos…!

  1. Olhos nos olhos é o exame final de uma amizade ou de uma relação. Se numa relação profissional, por exemplo, o interlocutor não te olha nos olhos a conversa pode terminar. Audrey Hepburn tinha razão.

    Gostar

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s