Com o tempo…

Com o tempo, aprendemos que tudo é para sempre na medida em que o passado, o presente e qualquer que seja o futuro, fará sempre parte das nossas vidas... Com o tempo, apercebemo-nos que o que foi, nunca mais será e que o que será, poderá ser uma nova forma de felicidade... Com o tempo, … Continuar a ler Com o tempo…

A Menina Do Mar

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN, in A MENINA DO MAR - Ática, 1958; Figueirinhas, 2002 No dia do seu 100º ANIVERSÁRIO (Nasceu a 6 de Novembro 1919 no Porto - Faleceu a 2 de Julho de 2004, em Lisboa). (Excerto ) [...]...No dia seguinte, logo de manhã. o rapaz foi ao seu jardim e colheu uma … Continuar a ler A Menina Do Mar

Simplesmente…

Há quanto tempo não colhes uma flor silvestre e ficas, simplesmente, a olhar para ela? Simplesmente a olhar uma flor que é simples? Há quanto tempo não fazes isso? Em vez de viveres no passado, nas gigantes amarguras das escolhas erradas, e do que as pessoas supostamente te fizeram… Em vez de viveres no futuro, … Continuar a ler Simplesmente…

Essência

Amo a vida. No fundo, talvez procure aves como eu. O seu canto. O seu voo. Aquelas que bebem água em lábios de açúcar e de flores vivas. Fascinadas com o encanto de palavras, com o som do mar, com campos cobertos de brilho e luz, com o deslizar de rios que me levam ao … Continuar a ler Essência