Turismo de Habitação e o Interior

Este título, não apareceu na minha mente por acaso. Quando leio as notícias do país, vem sempre à ideia, quanta beleza do interior nos passa despercebido, enquanto procuramos insistentemente o urbanismo. A vida agitada das grandes cidades, acaba sempre na facilidade de se encontrar de tudo nos Grandes Centros Comerciais. Tudo ? Talvez, um pouco de tudo, inclusivamente o Cinema, o Supermercado, a Farmácia, ou paradoxalmente uma Clínica Dentária ou ainda uma Estação de Serviço, para nos lavar o carro, enquanto fazemos as compras. Tudo muito facilitado, com a mesma ligeireza de termos um livro à cabeceira da cama, quando temos insónias…!

Enquanto tudo isto, se desenvolve nas grandes cidades, um mundo maravilhoso se desenvolve em paralelo diferente, pelo interior do país. E quantos de nós, pensando em pequenas fugas, nos esquecemos do muito que as Pousadas e o Turismo de Habitação nos oferece com a sua habitual recepção, num ambiente de peculiar amizade ? E neste capítulo, muita coisa tem sido feita pelo país fora, de Norte a Sul. Vilas e pequenas cidades, que se esforçam para se mostrarem vivas, num mundo onde só se fala de Tecnologia, de Direitos e Deveres. Poderíamos enumerar uma ou duas dúzias de Habitações, de Quintas, ou de maravilhosos Solares em estilo barroco.  Apenas citarei, de memoria a Estalagem da Caniçada, sempre tão difícil de marcação, a Pousada da Ria, lá no fundo da estrada para S.Jacinto em Aveiro, a Pousada da Serra da Estrela, na descida para a Covilhã, ou ainda uma que me é muito querida, a Pousada de Santo António de Serém, junto a Macinhata do Vouga ( uma das primeiras do conjunto das Pousadas de Portugal ).

Ainda sobre todo este assunto, quanto gostaria de ver, a história do nosso país, como a que assisti um dia em Long Melford, Condado de Suffolk, com episódios da vida da Dinastia Tudor, numa Estalagem situada num Cottage, na qual continuam a promover eventos, com origem da história de Inglaterra do Sec XVI / XVII, interpretada por profissionais do teatro, que se misturam connosco, falando um inglês arcaico, de uma maravilhosa prosápia Shakespeareana.                                                        Não sei se esta minha inexperiência, me permitirá colocar algumas fotos desse evento. Se não conseguir, elas ficarão algures arquivadas nas fotos do Blog. As minhas desculpas…!

2 pensamentos sobre “Turismo de Habitação e o Interior

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s