O modernismo e os pequenos dramas

Há dias em que não paramos de pensar, ou pelo menos, somos obrigados a fazê-lo, quando pela manhã nos chegam pela rádio, notícias geralmente pouco satisfatórias, para as quais não encontramos qualquer solução, tal a nossa pequenez.  Longe desses problemas do quotidiano, este fim de semana, deparei-me com o ridículo de uma situação, que jamais me tinha passado pela cabeça, o qual, na razão inversa da sua insignificância veio transtornar uma manhã que prometia ser pacífica, como todas as outras . Pequenas coisas, que a vida moderna nos habituou a utilizar, sem pensarmos nos enormes transtornos do dia a dia, quando elas falham, ou se recusam a trabalhar…!

Não vou referir-me a um furo num pneu do carro, quando precisamos mais dele, ao sair de casa para ir para o trabalho ou para ir às compras. Isso, é um assunto a que já estamos mentalmente preparados, desde que começámos a conduzir, tal como nos desviarmos de uma ou outra pequena distração de quem conduz com o telemóvel encostado ao ouvido. Por mais inverosímil que pareça, uma das coisas que nos poderá transtornar o dia, é a falta de um pequeno aparelho doméstico, que se recusou a trabalhar, com um ruído assustador e a largar chispas ameaçadoras que mais parecia o vulcão dos Capelinhos…!

Pois é verdade…! Um Micro-ondas…! Como aquecer o leite, se já não se usam as antigas leiteiras que se levava ao lume até deitar por fora. E mesmo que ainda as houvesse, como usá-la num fogão de placas de indução ? Ou descongelar em poucos segundos, o pão sempre fresco e a comida guardada na arca, e tantas outras operações de que não nos passa pela cabeça ? Sinceramente, começo a pensar que a vida de hoje, apesar de tudo, é bem melhor do que a dos nossos avós…!

 

 

 

2 pensamentos sobre “O modernismo e os pequenos dramas

  1. Já por mais de uma vez, saí de casa sem pequeno almoço. Aconteceu que para além da torradeira, a máquina de café não funcionou. Assim saí de casa à procura de um café: outro problema: onde estacionar a viatura? Solução:. desisti. Afinal, em era uma ficha desligada, cuja localização só a empregada conhecia. Foi defacto chato, pois só almoço me recompuz. Azares: espero outros acidentes. Estarei preparado para uma solução? Batemos!

    Liked by 2 people

  2. É verdade! E quando a porcaria do televisor nos avisa que não tem sinal e nos obrigam a telefonar para o número mágico da assistência? “A sua chamada está em espera, atenderemos logo que possível… “. Pomos em alta voz e seja “o que Deus quiser “!….

    Liked by 1 person

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s