Charles Aznavour

Eu sabia, todos nós sabíamos, que um dia iria acontecer…! O mundo da canção escureceu, como se um eclipse brutal nos escondesse a luz do Sol.  Ficou-nos o som de uma voz que ficará a ecoar por todos os montes e vales, vindos daquela França de Piaf, de Gilbert Becaud ou ainda de Jean Gabin…!

Por muito que queira escrever, apenas ficarei com alguns dos seus títulos: Non. Je n´ais rien oublié ! Nós, também não esqueceremos nada…!

La Boémme…!
She …!
Que c´est triste Venice…!
Les plaisires demodé…!!
Et pourtant …!
Merci Aznavour ! Merci pour tous tes chançons qui nous jamais oublirons…!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s