AS AGRURAS DA GULBENKIAN

  Está fora de questão o papel extraordinário que a Fundação Calouste Gulbenkian tem desempenhado, desde a sua fundação em Portugal, no mundo das artes no nosso país. As exposições, temporárias ou permanentes, nas áreas da pintura, escultura; os valiosíssimos apoios que tem proporcionado a estudantes, investigadores e à cultura de uma forma geral; as … Continuar a ler AS AGRURAS DA GULBENKIAN

HOMENAGEM A TERZANI

Ofereceram-me um livro que li com imenso prazer. Talvez dos que mais gostei nos últimos tempos. Chama-se "Disse-me um Adivinho", da autoria do jornalista-escritor italiano Tiziano Terzani, entretanto falecido.  Do prefácio desse livro, escrito por Carlos Vaz Marques, extraio a seguinte parte: Tiziano Terzani e Ryszard Kapuscinski nunca se encontraram pessoalmente. O desencontro físico de … Continuar a ler HOMENAGEM A TERZANI

M. C. ESCHER

Já lá vão muitos anos, durante os meus percursos de estudante, que "tropecei" numa composição gráfica de Escher e que fiquei a olhá-la, tentando interpretá-la. Era um desenho espantoso, com planos prováveis mas irreais, que nos obrigava a acompanhar linhas que se cruzavam ou se desfaziam, quase nos atordoando com a sua inviabilidade. Procurei saber … Continuar a ler M. C. ESCHER

CENTENO E ESTREMOZ

  Não há dúvida que Portugal está na moda. Isto é o diabo... O meu patriotismo tem vindo a ser polido e abrilhantado por pequenas ou grandes coisas (ainda não sei...) que me aguçam a curiosidade de tentar saber se tudo isto é bom ou nem por isso. Devo dizer, em defesa de interesses, que … Continuar a ler CENTENO E ESTREMOZ